sexta-feira, setembro 18

Tag: coronavírus 9.056 casos e 359 mortes

Coronavírus: roupa para pandemia permite aproximação física e até sexo

Coronavírus: roupa para pandemia permite aproximação física e até sexo

Curiosidades
Empresa cria roupa para pandemias, inspirada no coronavírus; o traje permite interações sociais sem distanciamento físico (e até mesmo sexo) A roupa foi criada devido à pandemia do novo coronavírus, com o objetivo de também ser utilizada em outras possíveis epidemias, possibilitando que as pessoas possam manter a proximidade física. A roupa desenvolvida pela empresa Production Club, em Los Angeles, nos Estados Unidos, é chamada de Micrashell. A tecnologia do traje permite aglomerações com muitas pessoas, como em eventos de músicas, jogos, artes e afins. "Estamos entusiasmados com o desafio de criar soluções inovadoras para promover o entretenimento ao vivo de qualidade e a conexão humana disse o chefe de projetos especiais da Production Club. A roupa possui capacete com filtr
Coronavírus: Brasil adquire 100 milhões de doses da vacina de Oxford para dezembro

Coronavírus: Brasil adquire 100 milhões de doses da vacina de Oxford para dezembro

Notícias
Ministerio da Saúde informou que encomendou 100 milhões de doses da vacina de Oxford para combater o novo coronavírus; a previsão de entrega é a partir de dezembro deste ano Arnaldo Correia de Medeiros, secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, informou no dia 28 de julho, que o governo federal encomendou 100 milhões de unidades da vacina produzida pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, para combate ao novo coronavírus. A vacina da Universidade de Oxford está na última fase de testes no Brasil, e é a favorita dentre todas as vacinas em produção para combater o coronavírus no mundo. Se nesta última fase, ela tiver imunização comprovada como eficaz, o primeiro lote para o Brasil terá 15 milhões de doses, com previsão de chegada em dezembro deste ano. E a previsão d
Coronavírus: cientistas criam filtro de ar que mata o vírus

Coronavírus: cientistas criam filtro de ar que mata o vírus

Notícias
Cientistas norte-americanos criaram um filtro de ar aquecido em 200°C que é capaz de eliminar o coronavírus em 99% A tecnologia será de grande utilidade para o mundo no combate ao coronavírus, já que a OMS, Organização Mundial de Saúde, confirmou que o vírus sobrevive no ar por até três horas, sendo umas das principais maneiras de contágio. O filtro pode ser usado em aeroportos, supermercados, e afins. O filtro foi criado por cientistas da Universidade de Houston, nos Estados Unidos. O equipamento é composto por um tecido feito da espuma de níquel, que é aquecida a 200°C através de eletricidade, desta forma o filtro pode eliminar 99,8% do coronavírus. Segundo uma pesquisa, o vírus foi eliminado em uma única passagem pelo filtro. O responsável pelo projeto é o professor Zhifeng Ren,
Coronavírus: cientistas criam máscara auto-desinfetante via USB

Coronavírus: cientistas criam máscara auto-desinfetante via USB

Notícias
Cientistas de Israel criaram uma máscara de proteção auto-desinfetante contra o coronavírus, que funciona usando conexão via USB com carregador de celular; entenda Nestes tempos dificeis de pandemia, continuam surgindo novas tecnologias para ajudar na batalha contra o novo coronavírus, após os anúncios como os da máscara projetada para matar o vírus o remédio chinês que pode pôr fim ao coronavírus, da , a vacina que teve resultado positivo em teste, e da vacina em spray criada pela USP, agora os cientistas também criaram uma máscara que se limpa sozinha por conexão via USB. A máscara de proteção autolimpante foi desenvolvida por cientistas israelenses, o processo de limpeza ocorre quando uma camada de fibra de carbono interna da máscara, conectada a uma fonte de baixa corrente, é a
Coronavírus: empresa brasileira criou tecido que mata o vírus

Coronavírus: empresa brasileira criou tecido que mata o vírus

Notícias
Uma empresa brasileira criou tecido tecnológico que é capaz de eliminar o coronavírus ao entrar contato com o material Pesquisadores de uma empresa brasileira, localizada em São Paulo, desenvolveu com apoio do Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE), um tecido capaz de eliminar o novo coronavírus. O tecido possui micropartículas de prata na superfície que pode inativar o SARS-CoV-2. Em testes de laboratório, o tecido eliminou 99,9% da quantidade de coronavírus 2 minutos de contato com o material, os experimentos aconteceram em dois dias com monitoramento de dois grupos de pesuisadores diferentes. O tecido é composto por uma mistura de poliéster de algodão e contém 2 tipos de micro partículas de prata sob a superfície. A empresa se chama Nanox,é conhecida po
Coronavírus: USP criou vacina em spray nasal

Coronavírus: USP criou vacina em spray nasal

Notícias
Pesquisadores da USP criaram uma vacina em spray nasal para combate contra o novo coronavírus O mundo continua tendo boas notícias da batalha contra a pandemia, após os anúncios como o do remédio chinês que pode pôr fim ao coronavírus, da vacina que teve resultado positivo em teste, e da farmacêutica que encontrou anticorpos que protegem 100% contra o vírus, agora foi anunciado que a USP criou uma vacina em Spray. A vacina foi criada por pesquisadores da Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da USP, a aplicação ocorrerá por meio do nariz e, será testada em camundongos. Para a vacina, a USP criou uma nanopartícula adesiva, permitindo que ela fique na mucosa nasal por volta de quatro horas, no máximo. O tempo que a partícula permanece na mucosa nasal é o suficiente para que ela
Coronavírus: Oxford vai testar vacina em 2 mil brasileiros

Coronavírus: Oxford vai testar vacina em 2 mil brasileiros

Notícias
Teste de vacina contra o coronavírus será aplicada por Oxford em 2 mil voluntários brasileiros nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro Oxford vai testar a vacina que desenvolveu contra o coronavírus em dois mil voluntários brasileiros. O Brasil será o primeiro país fora do Reino Unido a começar a testar a eficácia da imunização contra o Sars-CoV-2. Os testes acontecerão aqui mesmo no Brasil, nos estados de São Paulo e no Rio de Janeiro. Em São Paulo, os testes serão feitos em mil voluntários, com administração do Centro de Referência para Imunológicos Especiais (Crie) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), com financiamento da Fundação Lemann. Já no Rio de Janeiro, os testes serão feitos em outros mil voluntários feitos pela Rede D’Or São Luiz, com custo de cerca de R$ 5
Coronavírus: Google cria app para distância física ideal

Coronavírus: Google cria app para distância física ideal

Notícias
Google criou um aplicativo que demarca uma linha digital de distanciamento físico correto para a prevenção contra o coronavírus Uma das melhores formas para se prevenir contra a contaminação do coronavírus é o distanciamento social, mas nem todas as pessoas sabem manter a distância física correta, em uma fila por exemplo, caso ela venha precisar sair de casa. Pensando nisto, a equipe Experiments with Google criou um aplicativo para ajudar. A Experiments with é uma equipe do Google, que tem por objetivo criar aplicativos simples e divertidos para smartphones. A mais nova invenção da equipe usa a tecnologia AR (Realidade Aumentada) para que as pessoas interessadas façam corretamente o distanciamento físico para prevenção contra o coronavírus. O aplicativo recebeu o nome de sodar e
Coronavírus: Harvard diz que pandemia pode durar até 2022

Coronavírus: Harvard diz que pandemia pode durar até 2022

Curiosidades
A pandemia de coronavírus pode durar até 2022, segundo estudo feito por pesquisadores de Harvard O estudo sobre até quando pode durar a pandemia do coronavírus foi publicado na revista americana Science, uma das revistas científicas mais prestigiadas do mundo. A pesquisa foi realizada por cientistas da Faculdade de Saúde Pública de Harvard, que disseram ser possível que aconteça surtos exporádicos da doença nos próximos anos. Isso ocorreria no inverno, por exemplo, com prováveis novas ondas do contágio até mesmo em 2024. Segundo os pesquisadores de Harvard, caso não sejam tomadas medidas como a criação de novos leitos ou, a criação de uma vacina ou medicação eficaz contra o vírus, a pandemia pode durar até 2022., obrigando o isolamento social ser estendido por mais tempo do que o
Coronavírus: Samsung doa tablets para pacientes no HC

Coronavírus: Samsung doa tablets para pacientes no HC

Curiosidades
Samsung doou tablets para facilitar a comunicação entre familiares e pacientes infectados pelo coronavírus que estão internados no Hospital das Clínicas da Unicamp O HC da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) recebeu no dia (22), a doação de 24 tablets da Samsung Brasil. Os tablets serão utilizados para manter a comunicação entre familiares e pacientes infectados pelo coronavíru, que estão em isolamento. O diretor da UTI Covid do HC da Unicamp, Thiago Martins Santos explicou que os tablets facilitam as conversas entre médicos e familiares que moram em cidades próximas e que muitas vezes, contextualizam dificuldades e vitórias do paciente em sua internação. “A tecnologia permite que as pessoas se olhem enquanto falam, sem a necessidade da presença física, o que pode favorecer a