sexta-feira, agosto 14

Tag: covid 19 vacina

Rússia registra 1ª vacina contra coronavírus sem publicar testes

Rússia registra 1ª vacina contra coronavírus sem publicar testes

Notícias
Rússia divulgou o registro da 1ª vacina contra coronavírus, mas não informou os resultados das pesquisas realizadas no país O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou na terça-feira (11) que o país é o primeiro a registrar uma vacina contra o novo coronavírus no mundo, mas não foi divulgado os resultados dos exames para provar a eficácia da vacina. Em uma página da OMS, a vacina russa ainda está registrada na fase 1 de testes, o que sugere a não conclusão da segunda e a terceira etapa. Mas Putin disse que a vacina passou por testes, nos quais se provou segura para distribuição. A próxima fase de testes desta vacina, ocorrerá agora em outros países, inclusive no Brasil.A OMS declarou que a Rússia "não precisa de sua aprovação" para registrar a vacina, e que precisará ter a
Vacina chinesa contra Covid-19 pode chegar ao SUS em janeiro de 2021

Vacina chinesa contra Covid-19 pode chegar ao SUS em janeiro de 2021

Notícias
O governador de São Paulo João Doria, disse que a vacina chinesa contra Covid-19 poderá chegar ao SUS a partir de janeiro de 2021; confira os detalhes no artigo A vacina chinesa CoronaVac, desenvolvida para combate ao Covid-19, está obtendo resultados positivos em fase de testes no Instituto Butantan. Sendo assim, o governador de São Paulo, João Doria, informou na segunda-feira (27), que a vacina poderá estar disponível para a população a partir de janeiro de 2021. “Se os testes forem concluídos com bons resultados, ela já poderá ser produzida, mediante autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, na segunda quinzena do mês de novembro, ou nos primeiros dias de dezembro. Aí teríamos uma quantidade necessária para iniciar a imunização de brasileiros de todo o país no iníc
Coronavírus: Rússia conclui com sucesso os testes da vacina

Coronavírus: Rússia conclui com sucesso os testes da vacina

Notícias
A Universidade Sechenov, na Rússia, informou que a vacina contra o coronavírus que vinha sendo desenvolvida, obteve sucesso nas pesquisas e, pretendem distruibuir o produto até agosto. Confira! A semana começou com uma ótima notícia, na segunda-feira (14/07), a Rússia divulgou o sucesso dos testes da vacina que estava sendo produzida pelo país para combate ao coronavírus. Os testes provaram que a vacina é segura! "A pesquisa foi concluída e provou que a vacina é segura", informou Yelena Smolyarchuk, líder do centro de pesquisas clínicas da Universidade Sechenov. A vacina com testes concluídos foi criada pelo Centro Nacional de Pesquisa para Epidemiologia e Microbiologia Gamalei. O diretor da instituição, Alexander Gintsburg, disse que a previsão é de que a vacina seja distribuída até
Coronavírus: anel smart prevê sintomas antes de aparecerem

Coronavírus: anel smart prevê sintomas antes de aparecerem

Notícias
Empresa criou um anel inteligente que detecta os sintomas da infecção por coronavírus em até três dias antes de se manifestarem; pesquisadores comprovaram a eficiência com 90% de precisão A invenção pertence à empresa norte-americana Oura, visando solucionar um dos maiores problemas na batalha contra o novo coronavírus, que está sendo evitar que os infectados assintomáticos continuem espalhando a doença pelo mundo. Pesquisadores do Instituto de Neurociências Rockefeller, da Universidade de West Virginia (RNI), fizeram estudos no mês de abril para provar a eficácia deste anel com inteligência artificial em prever os sintomas. Segundo pesquisadores, acessório possui 90% de precisão e identifica os sintomas da infecção por coronavírus em até três dias antes de se aparecerem. A compr
Coronavírus: cientistas projetam máscara que mata o vírus

Coronavírus: cientistas projetam máscara que mata o vírus

Notícias
Cientistas americanos estão desenvolvendo o projeto de uma máscara que será capaz de matar o coronavírus ao entrar em contato com o acessório O projeto é dos pesquisadores da Universidade de Kentucky, nos EUA. A máscara será feita de uma membrana que possui enzimas capazes de prender e matar o novo coronavírus. O orçamento para ivnestimento do projeto é de 150 mil dólares. Um dos criadores da máscara informou também que ela poderá remover outras partículas virais do ar. “Essa inovação desaceleraria ainda mais e até impediria a propagação do vírus. Também teria aplicações futuras para proteger contra vários vírus patogênicos humanos”, afirmou. Segundo o diretor do Centro de Ciências da Membrana da universidade, ainda pode levar um tempo para mais testes e criação da máscara, cerca