quarta-feira, outubro 16

Projeto Gemini: cinemas não estão preparados para a tecnologia do filme

Gostou? Ajude a compartilhar! ;)

Projeto Gemini, filme estrelado pelo astro Will Smith, possui tecnologia tão inovadora que pode não ser muito bem aproveitada pelos cinemas

Estamos cada vez mais presenciando rápidas inovações tecnológicas, e desta vez o cinema não ficou de fora, podendo estar até mesmo despreparado para um super filme como o Projeto Gemini! Confira os detalhes para entender.

Na obra, o ator Will Smith enfrenta ele mesmo em uma versão mais jovem, e além dos efeitos visuais para conseguir rejuvenescer o ator 30 anos, o longa ainda apresenta uma “inovadora experiência cinematográfica”, expressão utilizada pelo diretor Ang Lee. Trata-se de uma tecnologia chamada de 3D +, a qual utiliza efeito tridimensional com técnicas de filmagem muito avançadas, em altíssima contagem de quadros, possibilitando uma garantia de fluidez nas imagens e precisão nas cenas de ação.

Com esta tecnologia, o objetivo do Projeto Gemini é revolucionar o 3D, considerado por muitos uma tecnologia ruim. A aposta está na filmagem feita com uma maior contagem de quadros por segundo, em  resolução 4K das câmeras, e gravações a 120 FPS.

O filme tem estreia marcada para esta semana, e por conta da alta tecnologia poderá não ser exibido de forma proveitosa nos cinemas dos Estados Unidos, pois tiveram apenas 14 cinemas capacitados para projetarem outro filme de Ang Lee (O Segredo Brokeback Montauin), gravado também em 120 frames por segundo (FPS), resolução 4K e com câmeras 3D. E ainda sim, o filme foi exibido apenas na resolução 2K.

O fato foi relatado pelo site Polygo. Porém, pode ser diferente para o longa estrelado por Will Smith, já que se trata de um filme adaptado para outras projeções, podendo haver opções para apresenta-lo em outras salas.

Para os desatualizados de plantão, o Projeto Gemini relata o drama de Henry Brogan, um assassino de elite e agente secreto caçado por seu clone mais jovem, os dois personagens são vividos pelo Will Smit. A sua versão mais jovem aparentemente pode prever todos os seus movimentos, já que se trata dele mesmo, mais rápido e clonado.

Veja o trailer do filme:

Gostou? Não se esqueça de compartilhar em suas redes sociais.


Imagem em destaque: Foto/Reprodução internet

Gostou? Ajude a compartilhar! ;)